"Computadores Verdes" - Consulta Pública


Como já anunciado aqui em outubro, o Ministério do Planejamento, por intermédio da SLTI, está procedendo à especificação dos chamados "computadores verdes", cuja homologação ficou a cargo do SERPRO. À época anunciamos, a importância da iniciativa diante da grandeza dos números relativos às aquisições de computadores em 2008, aproximadamente, 313 mil.Em âmbito sustentável, destaca-se não apenas os critérios ligados à possibilidade de economia de energia, mas também a utilização de produtos não tóxicos em sua composição.


Agora, chegou o momento da Consulta Pública que pode ser acompanhada pelo endereço https://www.consultas.governoeletronico.gov.br/ConsultasPublicas/consultas.do?acao=exibir&id=50, estando aberta até 14/01/2010.

Segue abaixo a notícia completa:


Brasíla, 15/12/2009 - As especificações para a aquisição de computadores verdes foi disponibilizada nesta terça-feira para consulta pública na internet por meio do endereço www.governoeletronico.gov.br (consultas públicas). Esses são equipamentos que consomem menos energia elétrica e também não possuem produtos tóxicos em sua composição.

A audiência pública para tratar do tema foi aberta na tarde de hoje pelo secretário de Logística e Tecnologia da Informação (SLTI) do Ministério do Planejamento, Rogério Santanna. O texto ficará aberto a sugestões por um período de 30 dias.

“O Estado brasileiro tem que dar o exemplo e fazer aquisições mais sustentáveis e que comprometam menos o meio ambiente”, destacou o secretário. Ele disse que o lixo eletrônico é um componente crescente nos resíduos das grandes cidades do mundo.

“Atualmente grande parte do consumo de energia elétrica dos escritórios é gerado por computadores”, acrescentou. Santanna acredita que a utilização destes equipamentos pode reduzir o gasto de energia elétrica de 20% a 30% em relação aos computadores tradicionais.

As especificações elaboradas pela SLTI orientam que os órgãos públicos comprem equipamentos sem substâncias perigosas como mercúrio, chumbo, cromo hexavalente, cádmio, bifenil polibromados, éteres difenil-polibromados em concentração acima da recomendada pela diretiva da Comunidade Econômica Européia Restriction of Certain Hazardous Substances.

Outra recomendação é a aquisição de computadores que gastem menos energia elétrica. Ou seja, a eficiência desses equipamentos deve ser superior a 80% no fator de potência do seu desempenho (Power Factor Correction). O secretário Rogério Santanna lembrou que qualquer pessoa interessada pode enviar suas sugestões e que todas elas serão avaliadas e respondidas pela SLTI. As contribuições consideradas relevantes são incorporadas ao documento final.

“Esse processo de consulta à sociedade é muito rico porque sempre recebemos contribuições importantes que qualificam o nosso trabalho”, ressaltou. Segundo Santanna, cerca de 30% das sugestões encaminhadas às consultas públicas realizadas pela Secretaria são incorporadas ao texto final.

Também foram disponibilizados para consulta pública os documentos para atualização das Especificações Padrão de Estações de Trabalho - nas categorias básica, padrão e avançada - e Notebooks. A categoria "básica" possui as características essenciais para utilização no ambiente de trabalho, como aplicações de escritório, acesso à internet, correio eletrônico, entre outros.

A categoria "padrão" possui características de processamento superiores relativamente à estação básica e possui melhor desempenho para um uso mais intenso. A categoria "avançada" possui recursos computacionais avançados e se destina ao uso intensivo do computador, como na utilização de programas gráficos ou no desenvolvimento de sistemas informatizados.

Fonte: site do MPOG


(http://www.planejamento.gov.br/noticia.asp?p=not&cod=5403&cat=94&sec=7).


0 comentários:

Licitações Sustentáveis © Copyright 2010-2016. Todos os direitos reservados l Design by Leonardo Ayres l Tecnologia do Blogger